Os Incríveis 2 pode se tornar a animação mais bem-sucedida da história

Cinema

Cinema: Os Incríveis 2 pode se tornar a animação mais bem-sucedida da história
14 de junho de 2018 Cesar Freitas

FICHA TÉCNICA

Título: Os Incríveis 2
Data de lançamento: 28 de junho de 2018 (Brasil)
Direção: Brad Bird
Música composta por: Michael Giacchino
Idioma: Língua inglesa
Produtoras: Pixar, Walt Disney Pictures

 

 

 

Os Incríveis 2 pode se tornar a animação mais bem-sucedida da história

Longa-metragem é bem-humorado e aposta em novas fórmulas em sua continuação

 

 

A primeira animação foi um grande sucesso de bilheteria ao faturar mais de US$633 milhões ao redor do mundo. Já no fim de semana de estreia, foram arrecadados mais de US$70 milhões, o que elevou “Os Incríveis” à colocação de segunda maior abertura do gênero “animação” na história. A expectativa agora é que a continuação “Os Incríveis 2”, que será lançado no dia 28 de junho, seja ainda mais bem-sucedida, chegando a superar os números do primeiro filme. Se isto ocorrer, a obra estará em primeiro lugar entre os longas-metragens em desenho.

Quando lançaram “Os Incríveis”, em 2004, foi inevitável a comparação entre a família de heróis da Disney e a dos quadrinhos: Quarteto Fantástico. Até porque o filme dos Incríveis tinha todos os elementos que faltaram na franquia dos personagens da Marvel Comics e Fox Studios.

Óbvio que estavam todos torcendo por uma continuação e eis que ela aconteceu. A dúvida era sobre qual história contar. Salvar o dia de mais um “super-vilão”? Isso já havia sido feito. Então, para que a animação repetisse o sucesso da primeira produção, esperavam-se ideias originais para a sequência.

Os heróis ainda continuam como “foras da lei”. Fato que ainda é reforçado na narrativa quando, na tentativa de impedir um vilão de fazer um grande roubo, o Senhor Incrível provoca uma grande destruição. Depois disso, há uma mudança na trama, um eixo de virada, e o longa começa a focar nas questões familiares dos personagens.

O empoderamento feminino e os elementos surpresas em Os Incríveis 2

Em Os incríveis 2, Helena está em destaque, como heroína, deixando para Beto tarefas domésticas e o cuidado com os filhos, Violeta, Flecha e o Zezé – é importante registrar que os encargos do marido que cuida da casa não são menosprezados em nenhum momento; pelo contrário, estas são as cenas mais divertidas. A troca de papeis do casal em nenhum momento subtrai a carga cômica do longa; esta contribui como fator agregador, que equilibra e destaca a participação de cada integrante. É uma transição difícil para todos, que fica ainda pior, porque a família não conhece os superpoderes do bebê Zezé, personagem que, ao contrário do primeiro filme, ganha mais destaque e protagoniza cenas engraçadas junto com o pai. Quando um novo vilão traça um plano brilhante e perigoso, a família Incrível e seu amigo Gelado devem encontrar uma maneira de trabalhar juntos novamente – o que, na trama, mostra-se ser mais fácil dizer do que fazer.

Muito se engana quem pensa que vai ter a mesma experiência vivenciada no primeiro longa. O filme, sem dúvida, está repleto de aventura e ação, mas também tem mais cenas que humanizam os heróis em circunstâncias diversas. Por exemplo, em determinados pontos, os holofotes da trama são lançados sobre Roberto Pera (Sr. Incrível), o homem comum e pai de três filhos, que também deve lidar com as adversidades do dia a dia, em vez de delega-las apenas à mulher; Helena assume o papel de heroína o mundo. A carga de humor aumenta em relação ao filme de 2004, mas tudo está muito bem dosado. É um grande filme de super-heróis com ação, aventura, suspense e uma boa dose de diversão.

A Disney tem o hábito de convidar artistas (apresentadores de TV, atrizes e atores) para fazer as vozes dos personagens principais de suas animações. Isto pode ser um tiro no pé, como foi o caso do Luciano Huck que participou como dublador na obra cinematográfica Enrolados. Desta vez, a Disney chamou Otaviano Costa, Flávia Alessandra, Evaristo Costa e Raul Gil. Como a maioria das cópias disponíveis está dublada, temos muitas “adaptações” nas expressões usadas ao longo da história. Até “o banquinho do Raul Gil” aparece entre os diálogos. Isto para os puristas pode atrapalhar e deixar uma dúvida sobre o que foi dito no original.

É evidente que o filme tem os seus problemas, mas a conjunção de fatores positivos da obra faz com que os contratempos sejam relevados, não incomodando o espectador. Acompanhando uma nova tendência em projeções cinematográficas, a mulher tem um grande papel na história. Vê-se isso nos filmes como Mulher Maravilha, que já tem sua continuação marcada para 2019, e em Oito Mulheres e um Segredo, lançado no dia 7 de junho e ainda em cartaz

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*